sábado, 12 de dezembro de 2009

Resultados da 4ª Jornada

Pardais recebeu e venceu esta tarde o S. Bento do Ameixial, resultado que poderia ser mais dilatado se a equipa do Pardais fosse mais eficaz. Arbitragem ao nível do jogo é isto que se pede imparcialidade. Parabéns.


Mister Tony: "Jogo que desde o principio ao fim procuramos sempre o golo. Conseguimos três mas podiam ser muitos mais, na segunda parte falhamos muitos na cara do guarda-redes.
Quando nos deixam jogar nós conseguimos bons resultados."

Restantes Resultados da 4ª Jornada:
G. D. C. R. da Graça do Divor 2 vs 1 G. D. Aguiar
G. C. D. F. de Monsaraz 1 vs 1 A. D. C. St. António Baldio
U. D. Machedense 4 vs 0 A. C. R. D. de Casa Branca
G. D. S. Pedrense 1 vs 0 A. D. C. de S. Domingos




COMENTAR É PARTICIPAR

posted by ACREP at 20:02

3 Comments:

Anonymous JP said...

Parabéns!. Só tenho conseguido acompanhar os jogos pelo blog (e bom trabalho aqui que se diga) já que não estou por essas bandas, e vejo com agrado uma boa equipa este ano que pode lutar por bons resultados. Força, continuem, mostrem raça e calem as bocas mesquinhas.

domingo, 13 de dezembro de 2009 às 23:54:00 WET

 
Anonymous Anónimo said...

Olá, sou muito frequentador dos blogues desportivos, e venho deixar uma forma de enriquecer mais uma vez este maravilhoso blogue, retirei isto de um blogue pode dar uma ajuda, deviam fazer o mesmo, elevava mais o clube em si, enreiquecia este blogue e traria algo de novo a vós, aqui fica minha dica é no final de cada jogo uma ánalise individual a cada jogador fica aqui um exeplar da equipa do CF ESTREMOZ .
João Ferreira (8) - Homem do jogo, sem dúvidas. Uma exibição segura e a dar confiança à sua equipa. Dois momentos importantes que coroou com duas excelentes defesas que se tornaram decisivas para a vitoria do CFE.

Zé Pataco (6) -Voltou o nosso Zé, lutador com alma de guerreiro fez da sua ala direita o seu território. Boa exibição.

Toy (5) - Aparenta estar a atravessar um momento em que a palavra “lesão” não para de o atormentar e não o deixa jogar o seu bom futebol que sempre nos habitou. Saiu lesionado ao intervalo.

Zé Frade (6) - Exibição pautada pelo seu esforço sem comprometer o seu terço de terreno. Poderia ter marcado golo nos minutos iniciais do encontro.

João Nuno (6) - A subir de forma a olhos vistos, seguro a defender e com os cruzamentos rasgados provocou desequilíbrios. Exibição bastante positiva.

Pinto (5) - Enquanto esteve em jogo foi o pronto-socorro da equipa encarnada. Acabou por ser expulso já no decorrer da 2ª parte por acumulação de amarelos.

Miguel Ângelo (6) - Pegou no jogo nos minutos iniciais do encontro mas passado 20 minutos desapareceu e só voltou a reaparecer nos últimos 20 minutos do final do encontro. À que tentar descobrir o que se passou… fechou a sua exibição com a conversão de um castigo máximo que executou na perfeição dando assim mais 3 pontos ao CFE.

David (8) - Da Silva…jogo 5 estrelas. Quando o Miguel Ângelo desapareceu pegou na equipa e pô-la a jogar futebol com boas transições meio campo – ataque. 2ª parte do encontro e por opção técnica, recuou para o 1º terço do terreno e fez dupla com o Zé Frade e onde mais uma vez a sua qualidade como jogador se evidenciou e fez com que completasse a partida em alta.

Luís Festa (6) - Acreditam em bruxas??? Pois ele acredita e chama-se AZARUJA. Falhou um castigo máximo… nada lhe saia bem… ASSUNTO ENCERRADO.

Pipe (7) - Uma 2ª parte em que partiu a loiça toda à defesa do Azarujense. 45 minutos a alta rotação e foi sobre ele a falta cometida dentro da grande área que originou o penalti dando os 3 pontos ao CFE.

Zé Festas (5) - Entrou após a lesão de Marco, começando a ponta de lança onde se esforçou e só na 2ª parte jogou na sua zona preterida, o meio campo onde lutou e tentou ajudar a equipa a subir no terreno. As coisas nem sempre lhe saíram bem mas à que acreditar e tentar sempre mais e melhor. Acabou por ser o sacrificado pois foi substituído pelo Zé Pereira para refrescar o meio campo.

Zé Pereira (6) - Entrou já no decorrer da 2ª parte para o lugar do Zé Festas e disse “TOU AQUI” e com a garra que o caracteriza, ganhou o meio campo dando estabilidade ao grupo e empurrando-os para o ataque. Boa exibição

Moina (5) - Espírito de sacrifício, sem ritmo de jogo nem condição fisica, foi chamado pelo Mister Mourão para ser o timoneiro de um barco que andava à deriva. Com a sua experiência e humildade levou a bom porto os seus companheiros, orientando-os, dando-lhe alma, incentivo e dentro das suas limitações lutou e ajudou a conquistar mais 3 pontos para os encarnados. Como jogador, importante… como pessoa, imprescindível.

Marco (3) - Estava bem no jogo até se lesionar. Pouco tempo em campo.

abraço e boa sorte, espero que sigam meu conselho, gostaria de resposta

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009 às 02:34:00 WET

 
Anonymous Anónimo said...

Pardais allez...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009 às 17:30:00 WET

 

Publicar um comentário

<< Home